07 - January - 2015

Agenda Brasil Sustentável e os Limites do Planeta

Levantamento revela quais os compromissos dos candidatos no combate às Mudanças Climáticas

07
Agenda Brasil Sustentável, 23/09/2014

Apontado pela ONU, a Organização das Nações Unidas,  como um dos maiores desafios da humanidade para os próximos anos, as Mudanças Climáticas exigem ações efetivas rumo à adoção de políticas públicas que reduzam as emissões dos chamados gases de efeito estufa, os GEEs, busquem adaptações para os efeitos que já se manifestam e que promovam investimentos na transição para uma economia de baixo carbono. Essas devem ser as principais ênfases do encontro anual convocado pelo Secretário Geral da ONU, que começa nesta terça-feira, 23, em New York, com o objetivo de aumentar a ambição e o compromisso dos países com o combate a mudanças climáticas.

Para a Agenda Brasil Sustentável qualquer governante que seja eleito a partir de janeiro de 2015 precisará assumir uma posição pró-ativa no enfrentamento dos problemas climáticos e implemente, com a máxima urgência, a Política Nacional de Mudanças Climáticas.

Nesse sentido, as organizações integrantes da Agenda  cumprem com o seu papel de fomentar as discussões e a participação da sociedade civil na análise e avaliação das propostas de nossos candidatos à Presidência da República ao elaborar um relatório recém concluído baseado nos programas de governo apresentados  até o momento referentes ao tema desenvolvimento sustentável.

Para Carlos Rittl, secretário executivo do Observatório do Clima e autor do levantamento relacionado a políticas com incidência em mudanças climáticas, “o interesse da sociedade civil que se organiza em torno deste tema é o de poder propor, colaborar e avaliar o próximo governo no que diz respeito a uma visão compartilhada de desenvolvimento de longo prazo, que leve o Brasil a um caminho que nos permita lidar com nossas vulnerabilidades, com os riscos impostos e com as oportunidades oferecidas pela necessidade de enfrentamento do das mudanças climáticas de forma estratégica.”

Glaucia Barros, diretora da Fundación Avina no Brasil e uma das articuladoras da Agenda Brasil Sustentável, reconhece que a maioria dos candidatos buscou considerar temas como desmatamento, agricultura de baixo carbono, energias renováveis e redução de emissões em seus programas. Isso mostra a crescente importância desta agenda no campo político-programático. “No entanto, ainda é bastante genérica a informação disponibilizada por meio dos programas apresentados nas campanhas eleitorais, o que dificulta uma análise mais profunda, pela sociedade, das diferentes proposições e o consequente monitoramento das metas a serem cumpridas no próximo mandato presidencial”, critica.

Agenda Brasil Sustentável

A Agenda Brasil Sustentável é um conjunto de princípios e compromissos, condensados em sete eixos estratégicos, que tem por objetivo o comprometimento de candidatos, aos cargos executivos estaduais e federal, por meio de propostas concretas, com o desenvolvimento sustentável do país.

Busca também articular as políticas públicas nacionais com aquelas que definirão os Objetivos do Desenvolvimento Sustentável da Organização das Nações Unidas (ONU).

A plataforma não concorre e nem substitui iniciativas de organizações, inclusive as que o compõem. Ao contrário, quer fazer sinergia com elas antes, durante e após o período eleitoral, na proposição e no monitoramento dos programas apresentados pelos candidatos.

Clique aqui para fazer o donwload do documento na íntegra.

Clique aqui para acessar a carta entregue pelo Observatório do Clima e pelo Fórum Brasileiro de ONGs e Movimentos Sociais (FBOMS) aos candidatos à Presidência da República sobre suas propostas e posicionamentos para mudanças climáticas.

Comentários

O Clima da semana

Assine a nossa newsletter