19 - março - 2018

Confira a agenda dos membros do OC no Fórum Mundial da Água

aguachupapress

DO OC – Diversas organizações integrantes do Observatório do Clima estão presentes no 8º Fórum Mundial da Água, que acontece nesta semana em Brasília. Veja abaixo a programação dos eventos de cada uma delas.

Consulte a agenda completa do fórum aqui, e a do Fórum Alternativo Mundial da Água, aqui.

***

GVCES

19 DE MARÇO

16h30 às 18h00 – Tema: Governança – Sala 30
Sessão 1.a.1 – Incerteza, vulnerabilidade e resiliência

Esta sessão será interativa e dinâmica, organizada em três rodas de conversa. O FGVces contribuirá com o debate sobre “Investimento no contexto da incerteza”, apresentando como ferramentas que auxiliem a tomada de decisão podem direcionar ações mais racionais em adaptação.
20 DE MARÇO – 9h às 12h – Espaço Brasil (ANA/MMA)
Apresentação do estudo de Análise Custo-Benefício de medidas de adaptação no Semiárido e do projeto AdaptaClima, em encontro para falar sobre água e clima.

14h30 às 16h – Tema: Compartilhamento – Sala 30
Sessão 1.b.1 – Como a mudança climática afeta todos os diferentes usuários de água: a necessidade de abordagens transetoriais para a adaptação

A sessão trará representantes de diferentes setores usuários de água para discutir como a mudança do clima afeta suas atividades e estratégias para adaptação, destacando desafios e oportunidades. O FGVces apresentará o estudo de Análise Custo-Benefício com foco nas principais conclusões a respeito do risco climático e oportunidades de ação por setor usuário.
21 DE MARÇO – 14h30 às 16h – Tema: Desenvolvimento – Sala 22
Sessão 3.c.3 – Alocação de água: gestão da demanda e disponibilidade da águaA sessão discutirá como a gestão da alocação de água pode contribuir para que seu uso seja sustentável. O FGVces vai dialogar com grandes referências na temática, trazendo os aprendizados sobre mercados de direitos de uso, abordados no estudo de Instrumentos Econômicos Aplicados à Gestão de Recursos Hídricos.

22 DE MARÇO – 9h às 10h30 – Tema: Compartilhamento – Sala 30
Sessão 1.d.3
– Incertezas e limitação da ciência e da comunicação científica

Como diminuir a distância entre a ciência climática e a formulação de políticas públicas de forma a melhorar a gestão de recursos hídricos? Nesta sessão, serão discutidas as lacunas e potencialidades de aplicação do conhecimento acadêmico nos processos de tomada de decisão. O FGVces compartilhará sua experiência em gestão da incerteza e comunicação para gestores públicos.
16h às 18h  – Estande do Consórcio PCJ
Painel 15:
Informações e capacidades necessárias à gestão integrada de recursos hídricos

Marcando presença nos pocket shows do estande do consórcio PCJ, o FGVces trará as principais mensagens do ciclo 2016/2017 das Iniciativas Empresariais, apresentando o mapa de indicadores para a gestão dos recursos hídricos elaborados a partir de uma perspectiva empresarial.
IPAM

Sessão temática: Realidades invisíveis: água e saneamento para populações em situações de vulnerabilidade

Quando: 20 de março (terça-feira), de 11h a 12h30

Sessão temática: Pessoas, ciência e governos: dados e conhecimento sobre água e metas climáticas

Quando: 21 de março (quarta-feira), de 16h30 a 18h

IPÊ (Instituto de Pesquisas Ecológicas)

O Projeto “Semeando Água”, uma iniciativa do IPÊ – Instituto de Pesquisas Ecológicas patrocinada pela Petrobras, através do Programa Petrobras Socioambiental, é um dos expositores do 8º Fórum Mundial da Água.

O projeto será tema na programação oficial do evento, em duas ocasiões. A primeira, no estande da Petrobras, na sessão técnica “Segurança hídrica em ambientes urbanos complexos”. A segunda, no estande do Consórcio PCJ (Consórcio Intermunicipal  das Bacias dos Rios Piracicaba, Capivari e Jundiaí.

Dia 22 de março, quando é comemorado o Dia Mundial da Água, o projeto também marca presença junto a outras instituições ambientalistas no ¨Ato pela Água¨ ligado às atividades do FAMA (Fórum Alternativo Mundial pela Água) que acontecerá de forma paralela ao evento oficial.

AGENDA:

Sessão técnica ¨Segurança hídrica em ambientes urbanos complexos”

Dia 19 de março de 2018

Horário: das 10h30 às 11h30

Local: estande da Petrobras

Painel 15: Informações e capacidades necessárias à gestão integrada de recursos hídricos

Dia 22 de março de 2018

Horário: às 16h

Local: estande do Consórcio PCJ

SOS Mata Atlântica

https://www.sosma.org.br/106973/sos-mata-atlantica-leva-voluntarios-ao-forum-mundial-da-agua/

Lançamento do relatório “Observando os Rios 2018: o retrato da qualidade da água nas bacias da Mata Atlântica

Dia 21/3

17h às 19h

Espaço Brasil do Pavilhão do Governo Federal no Fórum. Estádio Mané Garrincha ( entrada principal)

Fechado para congressistas, convidados e imprensa

Participação em painéis

Dia 21/3

9h às 10h30

Processo Temático – Sessão “Entendendo a qualidade da água das nascentes aos recifes”, com representantes do Brasil, Japão e Reino Unido

Expo – Centro de Convenções Ulysses Guimaraes

Dia 22/3

9h às 10h30

Processo Temático – Sessão “Instrumentos e mecanismos de monitoramento social participativo da qualidade de água nas áreas rurais e periurbanas”, com representantes do Brasil, Holanda, Portugal e Índia

Expo – Centro de Convenções Ulysses Guimaraes

Dia 22/3

16h às 17h

Palestra “Reflexões sobre o Sistema Paulista de Recursos Hídricos”

Feira – Espaço São Paulo

Estande “Observando os Rios” na Feira do Fórum Mundial da Água

Dia 18/3

10h – Apresentação sobre o projeto “Observando os Rios”, com equipe da Fundação SOS         Mata Atlântica

12h – Monitoramento da qualidade da água no Rio Tatuí (SP)

13h – Utilização o Índice de Qualidade da Água como indicador da condição ambiental da bacia do rio Tavares, em Florianópolis (SC)

14h – Em busca de melhoria ambiental do rio Capivari, em Florianópolis (SC)

15h – A contaminação do rio Lagoa do Jacaré ameaça a Praia do Santinho, a mais limpa de Florianópolis (SC)

16h – 10 anos do monitoramento do córrego do Urubu (DF)

17h – Talk show “Um olhar sobre o uso da água na indústria da moda e do design”, com Chiara Gadaleta, especialista em consumo consciente e criadora do portal Ecoera, Nina Braga, diretora do Instituto-E e Pau Abelló Pellicer, da Fundação We are Water, com mediação da jornalista Paulina Chamorro

19h – Velhas: um novo olhar para as águas (MG)

Dia 19/3

10h – Qualidade da água e intervenções em rios urbanos de Salvador (BA)

12h – Comparação do Índice de Qualidade da Áua entre os rios Pacoti e Cocó de Fortaleza (CE)

13h – Avaliação da eficácia do kit de monitoramento de qualidade hídrica do projeto “Observando os Rios” – Estudo de caso: riacho Parreão, em Fortaleza (CE)

14h – Monitoramento limnológico do baixo rio São Francisco (AL)

15h – Urgência no rio Cotia: ações e projetos sustentáveis do Sidarta (SP)

16h – As águas que descem para o litoral de Pernambuco (PE)

17h – Práticas de monitoramento de água em manguezal como incentivo à pesquisa no Espaço Ciência (PE)

18h – Cuidando das Águas de Bonito (MS)

19h – Apresentação sobre o projeto “Observando os Rios”, com equipe da Fundação SOS Mata Atlântica e patrocinadora Ypê

20h – Encontro nacional dos grupos de monitoramento do “Observando os Rios”

Dia 20/3

10h – Projeto rio Preto (ES)

11h – Impactos antrópicos sobre o rio Jucu (ES)

12h – Recuperando as nascentes do rio Jucu (ES)

13h – Qualidade da água do rio Meia Ponte (GO)

14h – Monitorando os Córregos de Buriti Alegre (GO)

15h – Reflorestamento das nascentes de Água Limpa (GO)

16h – Bonsucesso: um novo olhar para um córrego (MG)

17h – Ocorrência de cheias no município de Macaíba (RN)

18h – Fórum Paulista da Sociedade Civil

19h – Monitoramento da qualidade dos rios da bacia hidrográfica do Pratagy – rio Pratagy e riacho Doce (AL)

Dia 21/3

10h – Análise da qualidade hídrica dos cursos d’água da Paraíba (PB)

13h – Vídeo-debate: Rio Doce, com USCS (SP)

14h – Panorama do projeto “Observando os Rios” do Piauí (PI)

15h – Água no Piauí, soluções alternativas e mobilização (PI)

16h – Mutirões de plantio e de limpeza no estuário Potengi: ações socioambientais desenvolvidas pelo Sítio Histórico e Ecológico Gamboa do Jaguaribe (RN)

17h – A experiência de três bairros da Zona Oeste de São Paulo no cuidado com a água urbana (SP)

19h – Reunião do Observatório de Governança da Água (OGA)

20h – Projeto de Recuperação do Córrego Piçarrão, na bacia do Capivari-Tietê (SP)

Dia 22/3

12h – “Observando os Rios” – Córrego Sapateiro, no Lago do Parque Ibirapuera (SP)

13h – Importância da Conscientização no envolvimento das instituições de ensino superior em projetos socioambientais (SE)

14h – Avaliação da qualidade da água do canal de drenagem pluvial na Avenida Anísio de Azevedo, em Aracajú (SE)

15h – Monitoramento da qualidade da água do rio Poxim e a eficiência do tratamento da água para o abastecimento público (SE)

16h – Rio Pavuna e a navegação de D. Pedro II do cais do Valongo à feirinha da Pavuna (RJ)

17h – Degradação hídrica na cidade do Rio de Janeiro (RJ)

18h – Dos rios ao mar: cuidando do litoral (RN)

19h – Educando através da observação: “Observando os Rios” no rio do Sinos, em São Leopoldo (RS)

20h – Projeto local “Observando os Rios” no município de Portão, nas bacias do Sinos e Caí (RS)

Dia 23/3

10h – A atividade de Educação Ambiental proporcionada pelo projeto “Observando os Rios” em Ilhabela (SP)

11h – Monitoramento da qualidade da água em parques municipais de São Paulo (SP)

12h – Rios de Curitiba e região metropolitana: uma diversidade de cenários com desafios compartilhados (PR)

14h – Relatos de experiências: iniciação voluntária (RS)

15h – Apresentação SOS Mata Atlântica

Comentários

O Clima da semana

Assine a nossa newsletter